fechar
Segunda-feira • 24/11/2014
Ciência

Outras Terras

O número de planetas extrassolares descobertos não para de aumentar. Entre eles, vários podem abrigar características semelhantes às da Terra. Conheça os exoplanetas mais prováveis “irmãos” do nosso.

Por Eduardo Araia

 

A Terra possui um planeta gêmeo. A 221ª reunião da American Astronomical Society, em janeiro na Califórnia, intrigou os cientistas com a divulgação da existência provável de um “irmão” da Terra – o planeta mais parecido com o nosso já encontrado no universo. Tratase, por enquanto, do KOI 172.02 (KOI é a sigla de Objeto de Interesse do Kepler, em inglês, designação atribuída aos corpos planetários vistos por telescópio orbital norte-americano Kepler ainda sem confirmação definitiva de existência). O “gêmeo” faz parte de um lote de 461 candidatos a planeta recém descobertos e está a 1.040 anos-luz de nós.

O trabalho do Kepler e de outros observatórios orbitais ou instalados na Terra tem multiplicado o número de planetas descobertos e aumentado as probabilidades da existência de mundos com características aproximadas das nossas. Todos os planetas-irmãos são registrados pelo Catálogo de Exoplanetas Habitáveis da Universidade de Porto Rico, em Arecibo, que abriga o maior radiotelescópio do mundo e mantém um banco de dados com informações sobre índices de habitabilidade e classificações para identificação, ordenação e compararação de planetas extrassolares.

As notas do ESI (sigla em inglês para Índice de Similaridade da Terra) variam de 0 a 1 – sendo o valor máximo, naturalmente, o da Terra. Em janeiro de 2013 (ainda sem considerar o KOI 172.02), o Catálogo registrava nove planetas como prováveis candidatos a abrigar vida como a terrestre, com notas entre 0,66 (o ESI de Marte) e 1. Conheça-os a seguir.